Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Ah, pronto...Se foi um amigo, então tá tudo porreiro...

Estava eu a fazer a minha vistoria nos jornais online quando me deparo com a seguinte notícia...

Afinal o Van Gogh não puxou da navalha e vá de cortar o orelhum...Parece que o responsável pelo acto foi o seu caro amigo Gauguin...

E porquê, perguntam vocês???

Por causa de uma gaja...Uma prostituta, para ser mais exacto...

Segundo rezava a história, Van Gogh tinha cortado a orelha esquerda, embrulhando-a numa folha de jornal e oferecido a dita à menina...Logo aí, isto leva-me a crer que não devia de haver nenhuma florista perto de casa do Van Gogh...Embora uma orelha, tenha a sua dose de romantismo mórbido...

Segundo dizem agora, os dois desataram à porrada em frente do bordel e o Gaughin não vai de modas, saca da espada e vá de contribuir para o petisco ali da tasca ao lado...Saladinha de orelha...

Pequenas conclusões a retirar...

- Seria impossível uma orelha ser vista como um acto de romantismo...As prostitutas nos tempos actuais só aceitam Am(hear)ican Express...(esta está bestial...Admitam!!!)

- A malta já não anda por aí com espadas...Agora tudo o que seja abaixo de calibre 35 é considerado bisnaga de putos...E se um gajo der um balázio na orelha de outro, não sobra grande coisa para oferecer à prostituta...

- Os amigos são f*didos...Mal um gajo vira as costas, arrisca-se a levar uma naifada num órgão vital qualquer...

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D